amor ao próximo

AMAR

Olá meninas! Um tempão já, né? Tenho muito prazer em fazer nosso devocional e hoje vamos falar de um tempo maravilhoso: de amor :D. Amar a Deus é o “primeiro e grande mandamento” e o segundo mandamento é “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Toda a Lei de Deus e os profetas dependem desses dois mandamentos. Se examinarmos os “10 Mandamentos”, registrado em Ex 20.1-17, vemos que os cinco primeiros mandamentos se referem à Lei que precisamos cumprir para com Deus a Deus e os cinco mandamentos restantes se referem à Lei que devemos cumprir para com o nosso próximo. Essa é a vontade de Deus para as nossas vidas: que O amemos e, também ao nosso próximo. Mas como amar ao próximo?

  1. DEPENDEMOS DE DEUS PARA AMAR Jesus nos declara na Sua Palavra: “… sem mim nada podeis fazer” (Jo 15.5). Diante dessa verdade, entendemos que precisamos depender de Deus para todas as coisas na nossa vida. Assim como dependemos de Deus para amá-lO, também dependemos dEle para amar o nosso próximo. Precisamos que Ele nos capacite. Nós, por nós mesmos, não temos capacidade de amar a Deus nem a ninguém. Deus é Amor e o amor é de Deus e, se Ele está em nosso coração, somos capazes de amar tanto a Ele como ao nosso próximo, como está escrito em 1 Jo 4. 12-13, “se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós e é perfeito o seu amor”.

A Bíblia diz que Deus nos amou primeiro e o amor de Deus se manifestou para conosco através da entrega do Seu único Filho que Ele enviou “ao mundo para que por Ele vivamos”. Desta forma, “se Deus assim nos amou, também devemos amar uns aos outros”.

  1. COMO AMAR AO PRÓXIMO Para amarmos ao nosso próximo, é necessário que primeiramente amemos a Deus. Vimos na semana anterior, que a pessoa que ama a Deus é a que guarda os seus mandamentos. Como está escrito em Marcos 12.30-31:

 “O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças: este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este é: amarás o teu próximo como a ti mesmo”.

 Para amarmos ao nosso próximo, precisamos amar primeiramente a Deus e, em seguida, a nós mesmos, pois quem não ama a Deus e a si mesmo não pode amar a seu irmão. Quem ama a si mesmo tem amor próprio, não deseja a própria destruição. Amar a si mesmo é conscientizar-se de que temos um espírito, uma alma e um corpo, os quais devemos apresentar a Jesus iajudandorrepreensíveis quando encontrarmos com Ele na sua vinda.

Amar a si mesmo significa renunciar ao pecado (prostituição, adultério, vícios, ao orgulho, à vaidade, à soberba, à rebeldia…), arrepender-se das más obras e entregar seu coração a Jesus para ter a vida eterna com Deus… O “cumprimento da lei é o amor”, “quem ama aos outros cumpriu a lei ” e “tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”.

Quem ama a seu irmão não faz a ele aquilo que não deseja que lhe seja feito, faz o bem a todos, serve-lhe sem querer nada em troca, ama também os que são seus inimigos, tem um coração perdoador, pois tem a consciência de que fomos todos chamados para a paz de Deus em um corpo – a igreja- corpo de Cristo.

Dependemos de Deus para amar e como Deus é o nosso primeiro amor, devemos amá-lO acima de todos e de todas as coisas e Ele nos capacitará a amar ao nosso próximo. A condição para amarmos o próximo é estarmos em Deus e Deus estar em nós,  uma vez que Ele é Amor, pois tudo vem dEle, por Ele e para Ele. Oremos ao Senhor que Ele nos capacite a amar ao nosso próximo. AMÉM?

Beijos da Cel cheio de amor para vcs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *